O INSTITUTO
CONHEÇA UM POUCO MAIS
SOBRE O ICAD
CIRURGIAS
TIRE SUAS DÚVIDAS SOBRE OS
PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS
ONDE ATUAMOS
LOCAIS DE ATUAÇÃO EM GOIÂNIA -GO COM MAPAS ATUALIZADOS...
DOENÇAS
DOENÇAS DO APARELHO DIGESTIVO E OBESIDADE
 
| HOME    | CONVÊNIOS    | EXAMES    | NOVIDADES    | ICAD INDICA    | CONTATO    | DÚVIDAS E RESPOSTAS
 
     
Novidades
 
 

Dicas

Consequências da Obesidade

Por: Edu

A obesidade precisa ser compreendida tanto em seus aspectos fisiológicos e genéticos quanto em seus aspectos sociais e psicológicos. Algo muito comum que se ouve pelas ruas e que é extremamente errado e preconceituoso é afirmar que a obesidade é fruto de uma vida voluntariamente preguiçosa, sedentária e que tem como base uma dieta riquíssima em calorias. Porém, muito mais está em jogo do que simplesmente uma opção de vida. Essa doença possui vários fatores determinantes, desde características genéticas herdadas, problemas fisiológicos (como o hipotireoidismo) até depressão e ansiedade. Quem nunca se entupiu de comer chocolate ou sorvete por causa de uma crise de ansiedade? Então, para o obeso, essas crises podem ser constantes ou até ininterruptas.


São inúmeras as consequências à saúde ligadas a obesidade. Problemas sérios como a diabetes tipo 2, pressão alta, problemas pulmonares (como a apnéia do sono), refluxo gastroesofágico, gota, doenças relacionadas à vesícula biliar (como o cálculo biliar), problemas reprodutivos em mulheres ligados à uma modificação na produção hormonal (como irregularidades menstruais e infertilidade) e ainda maior vulnerabilidade para problemas cardíacos e para a ocorrência de acidente vascular cerebral (AVC). Há também, para os obesos, uma maior predisposição para o aparecimento de varizes e um aumento na possibilidade de desenvolver câncer de intestino e de próstata nos homens, e de mama, endométrio, ovário e das vias biliares, nas mulheres.

Consequências da Obesidade
As consequências psíquicas são, às vezes, até piores do que as fisiológicas. Crises de ansiedade ligadas ao imperativo social de busca pelo corpo ideal podem levar jovens e adultos a buscar métodos extremos para manter ou reduzir o seu peso corporal. A bulimia é um desses métodos. A ideia de forçar a regurgitação com intuito de não absorver as calorias ingeridas é tentadora para o indivíduo vítima dessa sociedade da magreza. No entanto, inúmeros estudos já provavam a ineficiência de tal método no impedimento da absorção calórica (sim, ele não da certo!), além do que o ácido estomacal destrói as mucosas do esôfago, da boca, assim como o esmalte dos dentes (em alguns casos mais graves até pode destruí-los por completo) e a superfície da língua.

 



 
     
| Home
| O Instituto
| Locais de Atuação
| Política de Privacidade
| Contato
| Cirurgia da Obesidade
| Doenças
| Convênios
| Exames
| Novidades
| ICAD Indica
Cadastre-se e receba nossos Informatívos
   
62. 3089-9121 / 3089-9123
+ Formas de contato
Copyright © 2011 Instituto de Cirurgia do Aparelho Digestivo e Obesidade. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Alguns Internet Studio